MEMÓRIAS...

Tocando em frente...

νινα! вσм мєѕмσ é ιя à ℓυтα ¢σм ∂єтєямιηαçãσ... αвяαçαя α νι∂α ¢σм ραιχãσ, ρєя∂єя ¢σм ¢ℓαѕѕє є νєη¢єя ¢σм συѕα∂ια... ρσяqυє σ мυη∂σ ρєятєη¢є α qυєм ѕє αтяєνє є α νι∂α é мυιтσ ραяα ѕєя ιηѕιgηιƒι¢αηтє! (¢нαяℓєѕ ¢нαρℓιη)

sábado, 12 de setembro de 2009

Caminho das Índias... Caminho para o AMOR...
Noite grandiosa!!!
Os últimos dias foram carregados de fortes emoções, culminando, hoje, com o capítulo final, da novela de Glória Perez, que mais uma vez nos trouxe para a vida, fazendo aflorar um turbilhão de sentimentos, que nos tornam melhores, quando nos damos conta da mensagem que ela, brilhantemente, nos passou, através de seus personagens. Nos últimos meses e, mais precisamente, nas últimas semanas, a minha vida tem passado também por um turbilhão de sentimentos, os quais têm me deixado mais emotiva e um pouco fora do ar, provocando minha ausência para as coisas mais concretas e reais. Tenho refletido muito sobre sentimentos conflitantes, sobre perdas, conquistas, amores e desamores, valores, apegos e desapegos, verdades e mentiras e sobre estar feliz! Hoje, com o último capítulo da novela, pude captar e transcrever alguns momentos que mais me emocionaram. Tudo culminou com o desapego de falsos valores, rumando para o caminho de uma nova vida: RECOMEÇAR... Quando nascemos somos únicos e portanto, diferentes, mas o que nos torna melhores ou piores, é o que carregamos de valores: o preconceito, a vaidade, a injustiça, a intolerañcia, muitas vezes, não deixam que vivamos mais no amor: mais na troca, no respeito e na confiança... Por amor, renunciamos sim, ao sentimento de posse que temos por outra pessoa. Pelos filhos, fazemos de tudo e nos doamos, mas mostrando RETIDÃO, sempre! E, o personagem Tarso, se despede cantando Raul Seixas: Maluco Beleza... Lindo!!! Lindo!!! Temos que ser comprometidos com as nossas atitudes, pois somos valorizados pelos nossos exemplos, mas procurando viver com leveza, como disse o personagem Ramiro, "Deixe a vida me levar". O personagem de Estênio Garcia nos mostrou que não podemos fugir da consciência de que os psicopatas estão soltos por aí, que o mal existe e, como disse o de Lima Duarte " O bem e o mal têm de estar sempre juntos para que o homem possa escolher e, o campo de batalha, é a mente humana". De acordo com, o Mestre, quando renunciamos não devemos olhar para trás e que no mundo não se corre... se anda... O personagem de Osmar Prado falou de RENASCER, começar um novo ciclo, nascer de novo vivendo todas as fases da vida... E o final... O final foi APOTEÓTICO: no palco da Estudantina Musical, Maria Betânia canta: Viver e não ter a vergonha de ser feliz... ...E a vida! É bonita, é bonita e é bonita!!! E, como sempre, ao final, o amor prevalesce, Ragi vai ao encontro de Maia e... fala: "Nós construimos um amor", envolvidos pela música "Im in the mood for love", e juntos, EU AMO VOCÊ! Are baba!!! Viva o amor!!! E, para mim, especialmente, fica a lição de que AMAR é também RENUNCIAR... "Estou partindo e deixo contigo meu coração mundano, que sempre esteve cheio de você", personagem de Lima Duarte.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Sou chata sim, graças a Deus!!!
Verinha

Em meio a uma conversa com um dos condominos do prédio onde moro, em Floripa e, exercitando mais uma vez a minha indignação face à arbitrariedade delegada por alguns que se intitulam os detentores do poder e da razão, que também se instalaram aqui no nosso condomínio, fui interrompida pelo mesmo senhor, quando retifiquei o meu ato de "ser chata", portanto, alguém que chegou há pouco e que já está INCOMODANDO... e ele então mais do que depressa correu e me alcançou uma matéria de um jornal e disse: leve para casa e leia. Ao chegar em casa me deparei com o editorial da Jornalista Valéria Navarro, do Jornal "O Norte da Ilha" editado em junho de 2005, intitulado "Sou chata sim , graças a Deus" e já no inicio da leitura percebi que aquela matéria era escrita para mim, porque parecia que quem tinha escrito era eu. Destaco aqui alguns trechos da matéria intitulada:

Sou chata sim, graças a Deus!!!
Ao longo de mês de junho, enquanto participávamos de reuniões... uma idéia não saía de minha cabeça: sou chata sim, graças a Deus!!! É isso mesmo, chata como são conceituadas todas aquelas pessoas que apontam o que há de errado, que não aceitam a sujeira debaixo do tapete, as convenções de uma sociedade hipócrita, as safadezas daqueles que só pensam em levar vantagem sobre os demais. Chata como rotulam todos aqueles que não são covardes ou mesquinhos, que não se acomodam por medo ou vergonha... E tenho muito orgulho de ser chata, aliás, quero morrer chata!!! Até a Biblia nos diz que não devemos ser "mornos"... É preferível ser quente ou frio, mas nunca "morno". Esses serão "vomitados"... Realmente dá ânsia ver aquelas pessoas que estão sempre "em cima do muro", dissimuladas, querendo agradar todo mundo por pura insegurança e covardia. Antes então ser frio, mas assumir uma postura clara... ...Mas o melhor é ser quente, é ter sangue nas veias, coração palpitante e mente vibrante. Ser gente que acredita, que luta, que não desiste diante das dificuldades de um mundo dominado pelos frios e mornos!!! ...Estamos vivendo tempos onde os pilantras, os enganadores, os maus, são maioria e sempre dão "um jeitinho" de levar vantagem sobre os bons e íntegros. Parece que tudo sempre conspira para fazer curvar a espinha daquele que quer se manter reto. O sentimento se injustiça e impunidade domina. E não estou falando desses casos de corrupção que o país acompanha por meio da imprensa. Estou falando desse caso que aconteçe no local onde você mora, no seu local de trabalho, na sua rua, na sua familia... Se reclamo e peço esclareçimentos porque em meu prédio o síndico faz um serviço de setecentos reais por dois mil e quinhentos reais, sem consultar ninguém, sou chata... ...Se não aceito aqueles que se escondem atrás de siglas e instituições para realizarem suas falcatruas e protegerem sempre, sua patotinha, sou chata! Resumindo, sou chata porque não quero participar do esquema, porque levanto o tapete para ver o que está escondido, porque não compactuo com o que sei que está errado, que está gerando prejuízos para a comunidade onde estou inserida, para meu País. Sou chata porque é muito chato quando alguém quer limpar a sujeira e acaba com a festa dos que se aproveitavam... ...Ah! E os chatos mereçem todos ser punidos! São sempre perseguidos, massacrados e, de preferência, dizimados. Não podem estar por aí circulando livremente, falando tudo o que vêem e sabem. Alguém tem que aproveitar que muitos fecham os olhos e lavam as mãos e, puní-los, afinal, geram muitos transtornos, são muito, mas muuuuiiittoooo... chatos!!! Já levei sermão e até tive minha idoneidade questionada por pessoas que, até então, pensava que poderia confiar... ... Mas vou continuar sendo chata, bem chata mesmo!!! Aliás, quero morrer, bem velhinha e beeeeemmmm chata. Pelo menos vou ter a certeza de que a terra vai ter que me engolir e não serei "vomitada"!!! Valéria Navarro - Editora